Fundos de Investimento

Os fundos de investimentos são uma das mais procuradas opções de aplicação por investidores experientes e iniciantes. São diversos os tipos e modalidades, entre risco, prazos e retornos, esses ativos podem ser utilizados na composição da carteira balanceando a exposição e equilibrando o portifólio.

O que são Fundos de Investimentos?

Fundos de investimentos fazem a gestão de uma carteira de ativos obedecendo as características da categoria do fundo. O fundo capta recursos através de suas cotas, que são adquiridas pelos investidores que tem lucro ou prejuízo de acordo com a valorização ou desvalorização destas cotas. 

Quando o fundo apresenta um bom desempenho o investidor terá aumento no seu patrimônio através da valorização das cotas, caso contrário também é possível que estas cotas tenham seu valor decrescido, portanto é muito importante conhecer bem o fundo no qual se está aplicando e lembrando que rentabilidades passadas não necessariamente representarão ganhos futuros.

 

Quais são os custos para investir em Fundos?

Taxa de Administração

Os fundos de investimento tem seus custos operacionais descontados da taxas de administração que são necessárias para que ele se mantenha funcionando. 

 

Taxa de Performance

A taxa de Performance é cobrada por alguns fundos como recompensa por um desempenho acima de uma determinada meta que geralmente está atribuída a um índice.

 

Come Cotas

Fora estas eles também contam com a taxa do imposto de renda que é retido na fonte, o valor referente a estes impostos são retirados da quantidade proporcional de cotas, e acontece duas vezes ao ano, nos meses de maio de novembro, é apelidado de “come cotas”.

 

IOF

O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incide nos rendimentos dos títulos com aplicações menores que um mês em conforme a tabela regressiva abaixo:

 

1 dia

96%

2 dia

93%

3 dia

90%

4 dia

86%

5 dia

83%

6 dia

80%

7 dia

76%

8 dia

73%

9 dia

70%

10 dia

66%

11 dia

63%

12 dia

60%

13 dia

56%

14 dia

53%

15 dia

50%

16 dia

46%

17 dia

43%

18 dia

40%

19 dia

36%

20 dia

33%

21 dia

30%

22 dia

26%

23 dia

23%

24 dia

20%

25 dia

16%

26 dia

13%

27 dia

10%

28 dia

6%

29 dia

3%

30 dia

0%

Quais os riscos?

Os riscos para fundos de investimento são basicamente dois:

Risco de crédito

Esse tipo de risco representa a não possibilidade de pagamento por parte de algum emissor que o fundo possua ativos.

Risco de mercado 

Esse corresponde ao risco do gestor do fundo não ter sucesso em sua estratégia de investimentos fazendo assim com que os cotistas vejam o valor de suas cotas diminuir.

Tenha ajuda de um especialista na hora de investir

A escolha dos títulos que irão compor sua carteira devem refletir uma estratégia de investimento que se adeque ao seu planejamento financeiro, para isso deve se levar em consideração, liquidez, rentabilidade e segurança. Os títulos do Tesouro podem se encaixar nesta estratégia de acordo com estas características. Dentre eles há títulos pré-fixados e pós fixados.

Fundos de Investimento

Investimentos Relacionados

Os Fundos de Renda Fixa ou Referenciados como também são conhecidos por ter por obrigação pelo ao menos 95% do seu patrimônio líquido em ativos que acompanhem o índice, geralmente o CDI. Não possuem taxa de performance e são uma ótima escolha para quem não quer deixar seu capital sofrer com a inflação e busca segurança.

Estes fundos devem ter até 80% de seu patrimônio líquido em títulos da dívida externa. Nestes fundos até 10% dos recursos podem ser aplicados em derivativos no exterior para Hedge, que são uma espécie de seguro para os ativos.

Essa classe de fundos precisam ter pelo ao menos 67% de seu patrimônio em ações o restante pode ser aplicado em quaisquer outro tipo de ativos. Estes fundos apresentam um risco maior porém podem ter retornos maiores.

Os fundos cambiais precisam ter alocados pelo ao menos 80% de seus ativos em ativos ou derivativos relacionados ao câmbio. Seu principal fator de risco vem da variação da moeda estrangeira.

Os fundos multimercado não tem obrigação de concentração em qualquer tipo de ativos, tendo liberdade para diversificar a estratégia de investimentos.

Estes fundos precisam ter alocado até 95% do seu capital em fundos da mesma classe.

Fundos como esse precisam ter pelo ao menos 95% do patrimônio líquido em ativos financeiros que integrem o índice e referência do fundo

Fundo de Investimento em Direitos Creditórios são fundos que designam maior parte de seus recursos a títulos de direitos de crédito provenientes de operações comerciais, imobiliárias, financieras, industriais, prestação de serviços e etc.

Fundos em participações tem pelo ao menos 90% do seu patrimônio líquido em ações, bônus de subscrição e debêntures.

Fundos Imobiliários captam recursos de investidores para realizar operações no mercado imobiliários, sejam elas compras, vendas, locação ou títulos imobiliários.

Outros Produtos

Renda Variável

Produtos estruturados

Ativo negociados em bolsa e que oferecem maior potencial de retorno e por tanto maior risco.

Fundos que fazem a gestão do capital dos cotistas e são uma ótima opção para quem quer investir e não tem conhecimento e tempo para acompanhar o mercado. 

Podem ser títulos do Governo, crédito privado e emissões bancárias. Parte importante na constituição de segurança para a carteira de investimentos.

São uma das melhores formas de se investir em imóveis, são uma excelente fonte de renda passiva já que os dividendos são distribuídos mensalmente.

Esta classe abrange uma classe diferenciada de ativos que pode servir tanto para proteção quanto para especulação.

notebooks web.jpg

Tenha ajuda de um especialista na hora de investir

Conte com a nossa ajuda na hora de investir, nosso time está pronto para oferecer suporte e orientação sobre os mais diversos produtos do mercado e auxiliar no seu planejamento financeiro.